Araújo


António Araújo - O homem do Norte
28 de Setembro de 1923 - Paredes
Posição: Interior Direito
Internacionalizações: 9
Clubes Representados: Paredes ; F.C.Porto ; Tirsense

Durante três anos, a Selecção Nacional limitou-se a utilizar jogadores dos clubes da capital. A única excepção era protagonizada por Araújo, um avançado que levou Portugal a ganhar o apelido de "Sport Lisboa e Araújo".
Araújo ingressou no F.C.Porto com 19 anos, oriundo do Paredes. Durante uma carreira de mais de uma década, marcada por enormes contrariedades físicas que o levaram a suspender a actividade desportiva por largo período. Araújo foi um homem de grandes momentos.
Em 1947 e 1948, para além de se ter sagrado o melhor marcador do Campeonato, com 38 golos, a sua presença no Portugal-Espanha de 1947 e no F.C.Porto-Arsenal, do ano seguinte, proporcionaram-lhe um "lugarzinho" na história do futebol português.
Após 16 encontros entre os dois países ibéricos, Portugal nunca tinha vencido o vizinho. O primeiro sucesso aconteceu no Estádio Nacional, com um concludente resultado de 4-1, para o qual contribuiu Araújo com os dois primeiros golos.
O segundo grande momento teve lugar no Estádio do Lima. O Arsenal de Londres, considerado à época a melhor equipa do planeta, foi derrotada por 3-2 pelos portistas. Araújo impressionou os ingleses, que garantiram ser um jogador com capacidade para integrar qualquer equipa do mundo. Nesse dia marcou um golo que foi considerado o mais espectacular de sempre no futebol portugês.

" NUNCA GANHEI O CAMPEONATO NACIONAL. LISBOA É QUE MANDAVA... "































SEGUNDO EM BAIXO (esq. para dta.) SPORT LISBOA E ARAÚJO - era assim denominada a selecção nacional pelo facto de Araújo ser o único que não jogava em clubes do sul .











SELECÇÃO do PORTO

Sem comentários: