Campeonato de Portugal 36/37

 CAMPEONATO DE PORTUGAL 36/37

                                                                                                                          FINAL DISPUTADA EM COIMBRA - F.C.PORTO 3-SPORTING 2

Desta vez o árbitro foi português, e num jogo disputado com correcção, com verdadeiro "fair-play", esteve ligado ao terceiro golo do F.C.Porto, numa situação algo caricata. Reboredo ajeitou a bola com a mão, e o defesa sportinguista João Jurado pensando que o juiz de campo tinha visto a infracção, segurou a bola com ambas as mãos... e foi penalty, que Vianinha converteu. O Sporting ainda conseguiu reduzir a diferença com um golo de Pedro Piresa.


Escreveu Ribeiro dos Reis (especialista das leis do futebol e cronista), que assistiu ao desafio: "A saída da partida derradeira do Campeonato de Portugal de 1937 teve, assim, aquele lance de lotaria que os ingleses dizem fazer parte fatal de todos os encontros de grande importância, principalmente de final. Para desmerecer o triunfo alcançado pelos portuenses? Para atenuar a derrota dos lisboetas? Nem para uma coisa nem para outra. Simplesmente para demonstrar que os grandes desafios estão, de verdade, expostos a pequenos nadas".





































Sem comentários: