Virgílio


Virgílio - O "Leão de Génova"
17 de Novembro de 1927 - Entroncamento

Posição: Defesa Direito
Internacionalizações: 39
Clubes Representados: F.C.Porto
15 ÉPOCAS - 347 JOGOS, 6 GOLOS

Virgílio Mendes marcou uma época no F.C.Porto e na Selecção nacional. O primeiro grande defesa direito portugês ficou para sempre conhecido como o "Leão de Génova", pela raça demonstrada no jogo em que se estreou com a camisola das quinas.
Virgílio não aceitou à primeira o namoro do clube que à época não era das Antas, mas sim da Constituição. Do Entroncamento onde trabalhava para os caminhos-de-ferro veio cinco vezes à cidade do Porto, mas só na última assinou o contrato. Um contrato para toda a vida, pois aí ficou por mais de meio século, como jogador, treinador, e funcionário do clube.

Foi lançado quase por acaso. Um dia, quando ainda se começava a ambientar à cidade, pediu boleia com os jogadores da equipa principal para poder assistir a uma partida particular de início de temporada na Póvoa de Varzim. Foi convocado de surpresa quando estava na bancada para se estrear, e com uma partida sensacional que ficou selada com um triunfo de 6-1 sobre o Sp.Braga, ganhou a titularidade.

Posteriormente passou de avançado, posição onde se destacara, para defesa direito, mas rapidamente demonstrou qualidades nessa posição que mais ninguém detinha em Portugal. Teve uma estreia histórica na Selecção, em Fevereiro de 1949, frente à Itália. De tal ordem que foi reconhecido internacionalmente e ficou a ser para sempre o "Leão de Génova".

Durante 12 épocas o lugar foi seu na Selecção, tendo-se tornado, com 39 presenças, o recordista de internacionalizações. Por 11 vezes foi "capitão" da equipa de todos nós.

No F.C.Porto, onde foi figura de primeira grandeza, ao lado de Hernâni, marcou o seu posto durante 17 temporadas e recusou convites milionários do Celta de Vigo, Real Madrid, Barcelona, e Juventus.

CAMPEÃO NACIONAL 55-56 E 58-59

VENCEDOR DA TAÇA DE PORTUGAL 55-56 E 57 58


FOI O PRIMEIRO JOGADOR EM PORTUGAL A RECEBER UM CASTIGO EQUIVALENTE AO TEMPO DE RECUPERAÇÃO DO ADVERSÁRIO

































A CONSTITUIÇÃO DA SELECÇÃO QUE JOGOU EM ITÁLIA. APESAR DA DERROTA E PELA GRANDIOSA EXIBIÇÃO DE VIRGÍLIO






















MOMENTO DE HOMENAGEM E
A MEDALHA




Sem comentários: