Os Filhos do Dragão | EdgeCompany | Edgelomography Fisheye |

Jabúru

Jorge de Sousa Matos (Jabúru)
19 de Abril de 1933 - Rio de Janeiro (Brasil)

58 JOGOS 40 GOLOS

Terá sido o Jardel dos anos 50, ou Jardel terá sido o Jabúru dos anos 90?
Também desconhecido, este jogador brasileiro alto e possante chegou ao F.C.Porto em 1955 para fazer parte da equipa de Yustrich que conquistaria nesse ano o título nacional, pondo termo a 17 anos de jejum.

Como Jardel, este avançado de nome Jorge de Sousa Matos, mas conhecido por Jabúru, era um extraordinário cabeceador. A grande maioria dos golos que marcava era precisamente de cabeça, mas não se coibia de também com os pés fazer as suas fintas e remates que acabavam no fundo da baliza. Nesse ano do título, Jabúru contribuiu com 22 golos e ficou como ídolo dos adeptos do F.C.Porto.

Só que, dizem os cronistas da época, tratava-se de uma criança em ponto grande que exigia controlo permanente do treinador. Era isso que fazia Yustrich e que permitiu a Jabúru naquela época singrar no F.C.Porto e no futebol português.

Na época seguinte Yustrich foi embora e Jabúru perdeu-se na ilusão da fama que tinha granjeado. Uma vida menos regrada tirou-lhe a capacidade para corresponder nos jogos e duas épocas depois estava de regresso ao Brasil. Três épocas apenas que ainda serviram para deixar a marca de Jabúru no Estádio das Antas e no clube.

Conta-se que depois de partir, chegavam assiduamente más novas do jogador e da sua vida privada. Tal como Jardel...























LEIXÕES

0 comentários:

Enviar um comentário