Os Filhos do Dragão | EdgeCompany | Edgelomography Fisheye |

Barrigana


Barrigana - O "mãos de ferro"
18 de Abril de 1922 - Alcochete

Posição: Guarda-Redes
Internacionalizações: 12
Clubes Representados: Unidos do Montijo ; Sporting ; F.C.Porto ; Salgueiros

DEFENDEU AS BALIZAS DO F.C.PORTO DE 43-44 A 54-55

DISPUTOU 259 JOGOS EM CAMPEONATOS NACIONAIS

Frederico Barrigana foi o segundo guarda-redes do F.C.Porto a chegar à Selecção Nacional. Em Paris, num dos jogos em que representou Portugal, um jornalista francês considerou-o tão seguro que o apelidou de "mãos de ferro". Assim ficou conhecido até aos dias de hoje.

Barrigana iniciou-se no futebol no Unidos do Montijo, clube onde jogou em várias posições mas foi na baliza que ganhou notoriedade. De tal forma que aos 18 anos, por força do destino, a sua vida mudou para sempre. O F.C.Porto ficou, de um dia para o outro, sem poder contar com o seu guarda-redes húngaro Bela Andrasik, que desapareceu sem deixar rasto de Portugal. Recorreu ao clube de Alvalade para que lhe cedesse um dos seus suplentes que não conseguiam competir com o titularíssimo Azevedo. Barrigana foi o escolhido e assim rumou para o estrelato.

Rapidamente ganhou lugar na equipa principal e volvidas cinco épocas, conseguiu na equipa nacional o que não alcançara no Sporting: destronar Azevedo.

Era um "keeper" poderoso, que intimidava os adversários pela sua coragem e valentia. Foi um dos símbolos da primeira grande travessia do deserto do F.C.Porto. Nos seus 14 anos de clube, nunca conseguiu conquistar um título de campeão nacional, apesar de ser o melhor portugês no seu posto durante seis temporadas.

O seu prestígio atravessou o Atlântico e em 1947 o Vasco da Gama ofereceu pelo seu concurso 200 contos por ano, ou seja 10 vezes mais do que recebia em Portugal. Preferiu ficar, por amor ao clube, que volvidos cinco anos lhe prestou uma festa de homenagem.

Em 1955, com a chegada de Yustrich, os seus tempos terminaram nas Antas. Barrigana foi dispensado e veio a terminar a carreira no Salgueiros.














































































 SALGUEIROS









UNIÃO de LAMAS

0 comentários:

Enviar um comentário