Fernando Gomes

Fernando Gomes - Bibota de Ouro
22 de Novembro de 1956 - Porto

Posição: Avançado

Internacionalizações: 48

Clubes Representados: F.C.Porto ; Gijon ; Sporting

ESTREIA A 8 SETEMBRO DE 1974 - ÉPOCAS DE 74 A 80 E DE 82 A 89

451 JOGOS 351 GOLOS

Notabilizou-se como um dos melhores pontas de lança de sempre do futebol português ao serviço do Futebol Clube do Porto, tendo ainda representado o Sporting de Gijon e o Sporting Clube de Portugal. No Futebol Clube do Porto foi campeão nacional por cinco vezes, tendo ganho ainda uma Taça dos Campeões Europeus, uma Supertaça Europeia, uma Taça Intercontinental e três Taças de Portugal. Participou pela primeira vez na Selecção Portuguesa de Futebol a 9 de Março de 1975 e pela última vez em 16 de Novembro de 1988 tendo jogado um total de 48 jogos e marcado 13 golos. Participou no Campeonato da Europa de 1984 e no Campeonato do Mundo de 1986. Marcou 318 golos no campeonato português, 288 dos quais pelo F.C.Porto, sendo o maior goleador de sempre e uma das mais populares figuras deste clube. Ganhou seis vezes o troféu de melhor marcador nacional e, ao serviços do Futebol Clube do Porto, foi por duas vezes o melhor marcador europeu, pelo que é conhecido como o Bi-Bota de Ouro. É sua a famosa frase: «Marcar um golo é como ter um orgasmo.»

Produto das escolas do clube esteve presente como "Capitão" e líder na época mais gloriosa do F.C.Porto. Muitos dos inúmeros sucessos foram selados com os seus golos que o transformaram no segundo melhor ponta-de-lança português de todos os tempos. Pela sua qualidade futebolistica, pelos números que atestam para sempre a sua eficàcia, e pela postura que evidenciou em momentos importantes da vida do clube, Fernando Gomes tornou-se um dos maiores símbolos da história do F.C.Porto.
Muito cedo Gomes revelou ter talento para se transformar num ponta-de-lança extraordinário. Estreou-se na equipa principal do F.C.Porto com 17 anos num jogo perante a CUF e mostrou, com os dois tentos da sua equipa, a veia goleadora. Tudo começou em 1974 e pelas Antas permaneceu 14 temporadas. Uma vida! Pelo meio, haveria de fazer uma experiência marcada por várias lesões, de dois anos, no campeonato espanhol, ao serviço do Sporting Gijon e terminaria a carreira no Sporting.

5 CAMPEONATOS NACIONAIS - 77-78 78-79 84-85 85-86 87-88
3 TAÇAS DE PORTUGAL 76-77 83-84 87-88




3 SUPERTAÇAS NACIONAIS



6 BOLAS DE PRATA





















2 BOTAS DE OURO






Foto gentilmente cedida pelo próprio (a única com as duas botas de ouro)

CAMPEÃO EUROPEU 86-87SUPERTAÇA EUROPEIA 87-88

TAÇA INTERCONTINENTAL 87-88










































SELECÇÃO NACIONAL - DE 75 A 88 - 48 JOGOS 13 GOLOS










Sem comentários: