Os Filhos do Dragão | EdgeCompany | Edgelomography Fisheye |

Cubillas


Cubillas - Um poço de classe
8 de Março de 1949 - Lima (Perú)

Posição: Médio

Internacionalizações: 107

Clubes Representados: Alianza de Lima ; Basileia ; F.C.Porto ; Fort Lauredale
109 JOGOS 65 GOLOS
Nunca um jogador estrangeiro com tanta categoria e renome como Cubillas havia passado por Portugal, até ao dia em que ingressou no F.C.Porto. Em quatro épocas passeou uma enorme classe pelos relvados portugueses.

Cubillas foi contratado nos finais de 1973 ao Basileia, através do pagamento de 5600 contos de luvas e um ordenado mensal de 125 contos. Chegou ao Porto em Janeiro de 1974 e aí ficou até finais de 1976.

Desde muito novo destacou-se no Alianza, e com 19 anos estreou-se na equipa nacional, frente ao Brasil. Esteve presente em três fases finais do Mundial (1970 ; 1978 ; 1982), rubricou 10 golos nesses torneios, o que o tornou num dos melhores marcadores do Campeonato do Mundo.

Em 1972 foi eleito o melhor jogador da América do Sul, tendo de seguida rumado para a equipa suiça do Basileia, do qual se transferiu para o futebol português.

Em Portugal não foi Campeão, porque um célebre jogo em Alvalade, em Março de 1974, retirou o F.C.Porto da corrida ao título. Mas não restavam dúvidas que não era só o jogador mais caro a actuar em Portugal. Era também o melhor.

Regressou ao Perú em 1977 após ter sido homenageado pelos seus colegas e clube. Fizeram-se contas e balanços. Cubillas tinha realizado 109 jogos e marcado 65 golos. Financeiramente o negócio havia sido excelente. Pois para além de ter recebido pelo seu passe 6380 contos, o F.C.Porto rentabilizou a sua presença em jogos internacionais, com uma subscrição pública e uma partida de apresentação.

Jogou ainda nos Estados Unidos e abandonou a competição já com uma idade avançada, após ter regressado só para ajudar o Alianza, que perdera a sua principal equipa num desastre de aviação. Tinha sido o melhor jogador peruano de todos os tempos e um dos maiores do Mundo na sua época.























































1 comentários:

At 09 julho, 2010 ANTONIO RUSSO said...

well done.
ajrusso

 

Enviar um comentário