Os Filhos do Dragão | EdgeCompany | Edgelomography Fisheye |

Lemos


ANTÓNIO JOSÉ LEMOS 


21 de fevereiro de 1950 - Luanda

Posição: Avançado

Clubes Representados: Ferroviário de Luanda ; Boavista ; F.C.Porto ; Espinho ; Paredes ; Sanjoanense ; Ac. Viseu ; Infesta

FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS PELO PRÓPRIO E PELA SUA FILHA ALEXANDRA LEMOS

Marcar quatro golos ao Benfica num único jogo levou o possante ponta-de-lança a figurar para sempre como uma figura histórica na vida do F.C.Porto. Foi um dia de glória para ele e para milhares de adeptos que há muito sonhavam com o dia em que o grande Benfica saísse das Antas perfeitamente vulgarizado. Lemos era uma jovem promessa do futebol nacional. Tinha vindo de Angola para os juniores e para fazer a rodagem no escalão principal foi emprestado ao Boavista. Também no outro clube do Porto Lemos fez história. Em 1968/169 foi o melhor marcador da II Divisão - Zona Norte, o que ajudou a equipa do Bessa a subir definitivamente ao escalão maior. No ano seguinte estreou-se ainda com a camisola axadrezada na I Divisão.

O F.C.Porto fê-lo regressar em 1970/71. Foi a sua grande época. Mostrou uma aptidão especial para defrontar o Benfica, pois após já ter marcado dois tentos na Luz, fez o jogo da sua vida nas Antas conseguindo bater por quatro vezes José Henriques. No final desse ano foi o terceiro melhor marcador do campeonato, com 18 golos, os mesmos que Eusébio. Permaneceu no F.C.Porto durante mais três anos, tendo realizado 75 partidas na equipa principal, e sido chamado três vezes à Selecção de Esperanças.


Há uma história de um clássico entre o F.C.Porto e o Benfica, com o resultado final de 4-0, que quase se resume a um nome - Lemos. No dia seguinte lia-se nos jornais: "O colosso" das Antas esmagou os "monstros da Luz".

Conta Lemos que toda a equipa se riu quando na aparelhagem sonora do estádio o "speaker" de serviço anunciava prémios de 100 contos em tintas Dukaline, um televisor, um gira-discos, uma máquina de lavar loiça, e um frigorífico ao jogador do F.C.Porto que marcasse três golos nesse jogo.

A verdade é que no fim do jogo foi falar com Pavão dizendo que queria distribuir os prémios por toda a equipa. Lembra-se que Nóbrega ficou com as tintas, porque estava a começar um negócio na construção, e que Guálter ficou com o frigorífico, porque ia casar. Lemos ficou com 20 mil escudos, prémio que um adepto lhe quis dar pelos quatro golos.

Nessa tarde de 31 de Janeiro de 1970, Lemos nem queria acreditar no que lhe estava a acontecer. Diz que houve outros jogos em que esteve muito melhor que naquele, mas nesse dia "penso que se rematasse para fora era golo", recorda com ironia 90 minutos onde tudo lhe correu bem.

Curiosamente nessa época no jogo da primeira volta, o F.C.Porto empatara na Luz a dois golos. Lemos foi o marcador. Nas Antas mais quatro golos ao rival Benfica, e uma época e um jogo para recordar eternamente.




FOI NO CLUBE FERROVIÁRIO DE ANGOLA QUE ARTUR BAETA FOI DESCOBRIR LEMOS , AINDA JUVENIL. NA ÉPOCA SEGUINTE (66-67) INGRESSA NOS JUNIORES DO F.C.PORTO.


( no meio em baixo)


NO TORNEIO IBÉRICO (67-68) SAGRA-SE O MELHOR MARCADOR DA PROVA.










NAS DUAS ÉPOCAS DE JÚNIOR , ARTUR BAETA E VIRGÍLIO MENDES FORAM OS TREINADORES





NA PASSAGEM A SÉNIOR É EMPRESTADO AO BOAVISTA POR DUAS ÉPOCAS (68-69 e 69-70) AJUDANDO NA SUBIDA DE DIVISÃO (68-69)




REGRESSA À PRIMEIRA CATEGORIA DO F.C.PORTO EM 70-71 .


A ESTREIA COMO TITULAR É LOGO NO PRIMEIRO JOGO DO CAMPEONATO (Farense)



NO CAMPEONATO NACIONAL REALIZOU 77 JOGOS E MARCOU 39 GOLOS EM QUATRO ÉPOCAS DE DRAGÃO AO PEITO. 




TREINADORES NO F.C.PORTO : ANTÓNIO TEIXEIRA,TOMMY DOC,FERNANDO RIERA,PAULO AMARAL E AIMORÉ MOREIRA






E EIS QUE SURGE UMA TARDE DE TOTAL INSPIRAÇÃO (31 -1 -71) E UM FEITO INDIVIDUAL DIFÍCIL DE IGUALAR


NO ESTÁDIO DAS ANTAS ,4-0 AO BENFICA E 4 GOLOS DA SUA AUTORIA


DEPOIS DESTE JOGO TAMBÉM FICOU CONHECIDO COMO O "4 L"


A EQUIPA QUE ALINHOU NESSA TARDE DE DOMINGO


EM CIMA ,IMAGENS DO 1º GOLO

PAVÃO ,APÓS DRIBLAR VÁRIOS ADVERSÁRIOS , ASSISTE LEMOS QUE SÓ TEM QUE TOCAR PARA A BALIZA


O 2º GOLO SURGE JÁ NA SEGUNDA PARTE. NOBREGA FAZ UM PASSE DEMASIADO PUXADO E LEMOS PRATICAMENTE SEM ÂNGULO CONSEGUE O GOLO



UM APONTAMENTO DA IMPRENSA QUE RETRATA BEM O COMPORTAMENTO DO ADVERSÁRIO.


O 3º GOLO É UM CHAPÉU A JOSÉ HENRIQUES DEPOIS DE RECEBER A BOLA DE UM LANÇAMENTO DE LINHA LATERAL




COM O RESULTADO EM 3-0 , LEMOS É CEIFADO NA ÁREA POR HUMBERTO COELHO. A CARGA FOI TAL QUE TEVE DE SER ASSISTIDO FORA DO RELVADO, NÃO FOI MARCADO O PENALTY, E ANTÓNIO GARRIDO MANDOU-O LEVANTAR DIZENDO-LHE QUE HAVERIAM MAIS JOGOS ENTRE PORTO E BENFICA



Lemos assistido fora do relvado




4º GOLO, RUI (gr) PONTAPEIA PARA O MEIO CAMPO ADVERSÁRIO , ABEL TOCA DE CABEÇA COLOCANDO A BOLA EM LEMOS QUE APÓS DRIBLAR HUMBERTO COELHO TOCA A BOLA À SAÍDA DE JOSÉ HENRIQUES




Foto na Luz após marcar mais dois golos

É CHAMADO À SELECÇÃO NACIONAL MAS, PELOS SEUS 20 ANOS ,APENAS EFECTUOU 3 JOGOS PELAS ESPERANÇAS (2 Espanha 1 Dinamarca)



EM 74-75 JOGOU NO SP. de ESPINHO,75-76 PAREDES, 76-77 SANJOANENSE E 77-78 NO AC. VISEU






COM 29 ANOS PENSA TERMINAR A CARREIRA MAS ACEITA FAZER UMA ÉPOCA NO INFESTA ...QUE ACABARIAM POR SER CINCO.




A GRANDE MÁGOA DE LEMOS É NUNCA TER CONSEGUIDO IMAGENS TELEVISIVAS DO FAMOSO JOGO EM QUE MARCOU OS QUATRO GOLOS AO BENFICA.


EXISTEM TAMBÉM GRAVAÇÕES EM ÁUDIO DO RELATO DO JOGO , QUE O PRÓPRIO PERDEU O RASTO MAS QUE NA ALTURA PASSOU A VÁRIOS AMIGOS.


UM APELO QUE ESPERAMOS TER RESPOSTA. (email)

4 comentários:

At 15 outubro, 2010 Armando Pinto said...

Viva Amigo
Boa tarde.
Então como vai?
Dou-lhe conhecimento que usei uma sua foto no meu recente post, no meu blog, sobre Luís Pereira (retirada do seu post do Lemos), mas mantendo sua legenda Memória azul.
Um abraço

 
At 09 novembro, 2010 Armando Pinto said...

Atendendo a este óptimo trabalho e porque também a filha do Lemos poderá ter interesse em saber, dou nota de que coloquei no m/ blogue Lôngara um artigo sobre o Lemos, como se pode verificar, em

http://longara.blogspot.com/2010/11/evocacao-de-homenagem-e-memoria-lemos.html

Abraço

 
At 10 novembro, 2010 alexandra said...

Caro Helder o trabalho que fez sobre o meu pai está magnifico, só tenho a agradecer a dedicação e o empenho para que a memória não se apague. Muito obrigada. Vai aparecendo, um abraço, Xana Lemos.

 
At 14 janeiro, 2015 Carlos Branco said...

Grande jogador o meu amigo To Ze Lemos. Grande abraço

 

Enviar um comentário